Informações sobre hanseníase, causas, sintomas  e tratamento da hanseníase, identificando práticas que possam contribuir para a cura e irradicação deste problema de saúde. Abordamos o preconceito da sociedade para com portadores de hanseníase.

Epidemiologia da hanseníase

A Hanseníase não tem predileção por sexo ou raça. Alguns trabalhos apontam para um maior número de casos masculinos descritos, mas isto pode traduzir maior movimentação e oportunidade profissional dos homens. além de um exame físico menos cuidadoso nas mulheres. Em comunidades em que não existem tabus sociais, e a movimentação das mulheres é similar a dos homens, e não existem diferenças no exame médico realizado, não são encontradas variações por sexo no número total de doentes.
Essa moléstia não tem uma distribuição geográfica uniforme, existindo diferenças em nível continental, nacional e local, mas todos os países com maiores coeficientes de prevalência se encontram em regiões menos desenvolvidas, América Latina, África e Ásia.
Para Bechelli e Curban (1988), no meio familiar (contatos intradomiciliares) o contágio ocorre cinco a oito vezes mais freqüentemente do que no meio extradomiciliar. Os casos em menores de um ano são raros. A cura espontânea da Hanseníase na infância não é incomum.
Índice dos artigos relativos a Hanseníase
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL